Cunha ♥ SP: Roteiro Perfeito Para um Fim de Semana!

Postado por:
 
Categoria: Brasil Viagem

Foto acima • Fonte

 

Sabe aquele fim de semana que você não quer ficar em casa?!  Bate a vontade de fazer um passeio, nada muito longe, mas que valha a pena!

Eis uma boa dica: Cunha!!

A 227 km de São Paulo, 45 km de Paraty e 300 km do Rio, Cunha é um dos 12 municípios paulistas considerados estâncias climáticas pelo Estado de São Paulo, por cumprirem os pré-requisitos definidos por Lei Estadual.

Famosa pelas suas cachoeiras, área verde e pelo Lavandário.

A Estância Climática de Cunha tem suas origens por volta de 1695. Nessa época, muitos aventureiros subiam a serra pela trilha dos Guaianás com destino ao Sertão de Minas Gerais, atraídos pela notícia de que havia ouro e pedras preciosas naquela região. Com isso, Cunha, que era conhecida como “Boca do Sertão”, tornou-se parada obrigatória para descanso e reabastecimento das tropas…

A Estância Climática de Cunha – SP, fica no interior do estado e a 1.100 metros de altitude média, rodeada pela Serra do Mar, da Bocaina e da Quebra-Cangalha.

E é essa localização, super privilegiada, que é responsável por um visual de cair o queixo não importa para onde se olhe.

Uma curiosidade: o município de Cunha também concentra a maior frota de fuscas do Brasil, o que estimula os fãs do Herbie a arriscarem dar um “rolê” pelo lugarejo.

Foto acima • Fonte

 

QUANDO IR

Ir à Cunha entre abril e outubro pode ser uma boa, quando a temperatura está mais baixa e não chove tanto.

O QUE FAZER EM CUNHA

Entre as diversas opções, vamos falar sobre três dicas do que fazer em Cunha!

– ATELIÊS

Conhecida também como a terra dos ceramistas, Cunha abriga charmosos ateliês em suas íngremes ladeiras.

A cidade é reconhecida como o maior núcleo de cerâmica de alta temperatura da América do Sul e conta com mais de 30 ateliês.

Foto acima • Fonte

Foto acima • Fonte

PEDRA DA MACELA

Após chegar ao pico de 1.840m de altitude você se deslumbrará com tão bela paisagem, de onde se avista a cidade de Paraty, a baía da Ilha Grande e parte de Angra dos Reis e toda a região serrana que circunda Cunha!

Como é a trilha: é preciso estacionar o carro em uma área de grama próxima a um portão que fica fechado e seguir a pé por mais 2km. Pode parecer pouca coisa, principalmente por que a estradinha é asfaltada, mas não se engane, a trilha é bastante íngreme e não se engane também ao lembrar o quanto vale a pena cada segundo da subida!!

Não convém subir se o céu não estiver absolutamente claro, sem nuvens, é dessa forma que se avista uma paisagem de tirar o fôlego.

Foto acima • Fonte

 

O LAVANDÁRIO

Poderia ser Provence, mas é Cunha mesmo…

O Lavandário desenvolve pesquisa, cultivo de lavandas, destilação do óleo essencial e desenvolvimento de produtos.

Cabe um parêntese entre os produtos para o peculiar Sorvete de Creme com Lavanda.  A que sabor remete?!  Difícil comparar, sugiro que experimente!

E para entender melhor a sua diversidade, o gênero Lavandula, a espécie L. angustifólia tem mais de 30 manifestações com flores maiores, menores, roxas, lilases, brancas e rosas.  Essa imensa variedade também se manifesta nas outras espécies.  Algo esplendoroso, uma beleza única, de encher os olhos.

 

Que tal, é ou não uma boa opção para um belo fim de semana?!

Comentários

comentários

Posts Relacionados

Sem Comentários

Deixe uma Resposta